Espaço reservado para a Animação em Flash
Natal da Dona Sinhá celebra mais um ano de solidariedade Natal da Dona Sinhá celebra ma... Comemoração da Fundação Sinhá Junqueira, que desenvolve projetos para a valorização da vida, a promoção do conhecimento e o resgate da cidadania para todas as faixas etárias das cidades de Aramina, Gu... saiba mais Com Kung Fu, crianças melhoram na escola e em casa Com Kung Fu, crianças melhoram... Um projeto educativo com ênfase no esporte está mudando a vida de crianças, jovens e famílias das cidades de Aramina, Guará e Jeriquara, na região de Ribeirão Preto, quase na divisa com o estado ... saiba mais
Últimas Notícias
Últimas Notícias
20/07/2011 Com o setor de construção civil em alta, alunos do Centro de Formação Profissional Sinhá Junqueira já planejam novas metas em suas carreiras A continuidade dos financiamentos para a casa própria e as grandes obras de infraestrutura na preparação do país para sediar a Copa do Mundo em 2014, entre outros programas de melhoria associados à expansão econômica brasileira, deve garantir que neste ano, o setor da construção civil permaneça em alta. É o que mostra um estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).Além do aquecimento, a contínua valorização dos imóveis faz com que aumente a procura por profissionais capacitados para atender a demanda de serviços. Estes profissionais, que estão cada vez mais escassos, agora encontram boas oportunidades de trabalho e remuneração.Com todo esse cenário, os alunos concluintes do Centro de Formação Profissional Sinhá Junqueira, estão entusiasmados e já planejam novas metas na carreira. Neste último dia 15 de Julho, mais 42 pessoas entre homens e mulheres, concluíram os módulos: 10 em Pedreiro Assentador, 16 em Pedreiro Revestidor e 16 em Eletricista Instalador.Todos os cursos atualmente oferecidos pelo Centro são certificados pelo SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) e ministrados através de aulas práticas e teóricas, por profissionais capacitados da Fundação Sinhá Junqueira.Enquanto os concluintes aguardam o dia da formatura para receberem o certificado, novas turmas estão iniciando. As inscrições estão abertas para moradores das cidades de Aramina, Jeriquara, Guará, Igarapava e do Núcleo Residencial da Usina Junqueira. Interessados deverão ser maiores de 18 anos e procurar o atendimento da Fundação Sinhá Junqueira em sua cidade, munidos dos seguintes documentos: RG, CPF e Comprovante de Renda Familiar. saiba+ 19/12/2013 Natal da Dona Sinhá celebra mais um ano de solidariedade Comemoração da Fundação Sinhá Junqueira, que desenvolve projetos para a valorização da vida, a promoção do conhecimento e o resgate da cidadania para todas as faixas etárias das cidades de Aramina, Guará e Jeriquara , no interior do Estado de São Paulo, envolve toda a equipe, da presidente aos funcionários, num dia especial de visitas e distribuição de presentes a entidades, além de um espetáculo realizado por crianças e jovens   Todo final de ano, os 87 funcionários da Fundação Sinhá Junqueira trocam a tradicional comemoração corporativa por uma festa diferente: o Natal da Dona Sinhá, uma maratona de visitas a 11 entidades assistenciais de crianças e idosos de Igarapava (no interior de São Paulo) para distribuição de presentes e votos de boas festas. Este ano, no dia 3 de dezembro, foram oito instituições visitadas na cidade, nas quais 670 crianças e idosos esperavam ansiosos pelo caminhão carregado de presentes. A chegada do Papai  Noel e seus assistentes aconteceu em meio à euforia dos pequenos. Para muitos deles, que vêm de famílias humildes de agricultores da região, produtora de cana-de-açúcar, este deverá ser o único presente de Natal. As entidades sempre preparam alguma homenagem para agradecer, não só a festa de Natal, mas a assistência da Fundação ao longo de todo o ano, sem a qual muitas delas não estariam funcionando, como ressalta o presidente da AMIGA – Associação do Menor de Igarapava, Ronilson de Oliveira. “A ajuda da Sinhá Junqueira tem sido fundamental pra nossa existência, há muitos anos. Muitos pais trabalham na roça e, se não tivessem onde deixar seus filhos, eles provavelmente já estariam trabalhando, em vez de estudar. Além disso, ver a alegria dessas crianças todo fim de ano não tem preço. A Fundação não é apenas uma colaboradora, é uma madrinha.” Eliaquim, 7 anos, que passa o dia inteiro na AMIGA, segura o carrinho que ganhou de presente, enquanto explica a importância da entidade em sua vida . “Fico aqui o dia todo, enquanto minha mãe trabalha. Estudo, faço esportes e brinco bastante.” O Natal da Dona Sinhá, que já é tradição da Fundação Sinhá Junqueira, é programado ao longo de todo ano pelos funcionários. Da presidente Maria Luiza Rocco aos profissionais da manutenção, todos participam. “É um trabalho sensacional  da equipe organizar toda essa logística e todos fazem com carinho. Para a família Sinhá Junqueira, não há Natal sem essa festa nas entidades”, ressalta a presidente Maria Luiza, que recebe, em nome dos funcionários, as homenagens em forma de apresentações musicais e de dança, criadas pelas crianças da cidade. Uma dessas apresentações é carinhosamente preparada, há anos, por Tereza Grau Leal, 88 anos, do Lar Espírita Vovó Querubina. “Tento passar para as jovens aquilo que eu sei. Fazemos questão de ter uma apresentação musical para agradecer à Sinhá Junqueira. É uma grande ajuda que a gente recebe o ano todo”, ressalta. No Lar Escola Alvorada Nova, o agradecimento à equipe da Sinhá Junqueira veio em forma de cartões de Natal confeccionados pelos próprios alunos. O presidente Sergio Eli Viera reconheceu a importância da Fundação no maravilhoso trabalho que realiza com as crianças da região. “A educação e o carinho mudam a vida das crianças. E a Fundação faz parte dessa história há muitos anos.“ No abrigo dos idosos, mesmo castigados pelo tempo, os sorrisos ainda transpareciam com a chegada do Papai Noel e dos presentes. Além dos presentes para vovôs e vovós, a entidade recebeu cadeiras de rodas, que são distribuídas a famílias carentes que procuram o local ao longo do ano. Se o Natal da Dona Sinhá traz alegria para crianças e idosos assistidos pelas instituições, para os funcionários da Fundação Sinhá Junqueira é um momento único. Para a advogada Glaucia Mendonça, chefe do departamento jurídico, é uma comemoração com significado verdadeiro. “Temos satisfação em trabalhar intensamente pra ver a realização desse dia.” Adalberto Ferreira, analista de RH e Papai Noel, diz que todo o esforço ao longo do ano - e durante este dia especial, descendo e subindo no caminhão e carregando brinquedos - é totalmente recompensado ao ver o sorriso das crianças e dos vovôs e vovós. “É uma alegria pra todos nós colaborar e participar dessa festa. Saímos daqui realizados.” Para Valdy Elpídio, ajudante da manutenção, trabalhar para a celebração é sempre uma satisfação. “É um divertimento, as crianças ficam felizes e a gente recebe os sorrisos em troca.”   Sempre cercada pelos pequenos e cumprimentando um a um os idosos, a presidente  Maria Luiza é uma das mais empolgadas. Ela faz questão de participar da festa todos os anos e, mesmo após mais de 9 anos de comemoração, seguindo a tradição surgida na década de 1950 com a fundadora Dona Theolina (Sinhá) Junqueira, Maria Luiza ainda se emociona. “Nós damos tão pouco para essas pessoas e elas nos devolvem tanto amor.” Show de solidariedade Após a visita às entidades de Igarapava, o roteiro de Natal seguiu para o Teatro SESI Minas, em Uberaba (MG), para a apresentação das crianças das unidades mantidas diretamente pela Fundação. O espetáculo apresentado por crianças e adolescentes dos Centros de Promoção Social de Aramina, Guará e Jeriquara é o encerramento, em grande estilo, de mais um ano de atuação social da Fundação, que proporciona atividades educacionais, esportivas e culturais a cerca de 1450 pessoas na região.      O  show de música, dança e artes marciais vem se superando a cada ano. “Este é um trabalho que vem sendo construído durante todo o ano. Dentro de um mesmo tema, cada unidade vai criando suas apresentações, que são feitas localmente, e depois reunimos todas elas nesse espetáculo. Há muitos talentos entre essas crianças e jovens  e a Fundação proporciona oportunidades para que eles se revelem e se desenvolvam”, afirma Rafael Dias professor de dança. Um desses destaques é Alice Oliveira, de 18 anos, integrante dos projetos da Sinhá Junqueira há seis anos, que impressionou o público dançando e lutando kung fu no espetáculo. “Sou muito grata pelas oportunidades que tenho aqui”, afirma a jovem, que sonha em ser veterinária. Crianças e jovens não são os únicos gratos à Fundação, que também promove projetos profissionalizantes e iniciativas voltadas às mulheres, mães, gestantes e pacientes com câncer. Raimunda Fagundes, que luta para vencer a doença e participa do Projeto  Pacientes Oncológicos, fez questão de participar do show.  “O apoio da Fundação tem me ajudado a enfrentar tudo o que venho passando. Não tenho palavras para agradecer”, diz emocionada. Ao final do espetáculo, os jovens artistas receberam presentes e se confraternizaram com os funcionários. A história de luta contra a exclusão social e de proteção às futuras gerações encerra mais um capítulo e já planeja o show da solidariedade de 2014.   Para ver as imagens do espetáculo, acesse nossa página no Facebook https://www.facebook.com/media/set/?set=a.664222520267209.1073741825.231578286864970&type=1   Para ver as imagens do Natal da dona Sinhá nas entidades assistenciais, acesse https://www.facebook.com/pages/Funda%C3%A7%C3%A3o-Sinh%C3%A1-Junqueira/231578286864970 saiba+
· · · TI-FSJ
Copyright ©2011 Fundação Sinhá Junqueira. Todos os direitos reservados.